Os tipos de borracha para revestimento de cilindro

O cilindro de borracha é um objeto muito utilizado nos variados setores da indústria na produção de diversos itens, como plástico, embalagens, móveis, couro, papel e celulose, entre outros. Mas, para que tenha essa utilidade, o cilindro passa por um processo de revestimento, que tem como finalidade evitar que o rolo se deteriore, além de evitar a necessidade constante de manutenções, garantindo a durabilidade e proteger áreas específicas.

Dessa forma, o cilindro pode ser revisto por uma variedade de tipos de borrachas, portanto, é importante avaliar alguns aspectos antes de escolher o tipo ideal de revestimento para cada finalidade.

O primeiro deles é a pressão que será exercida na superfície, se o ambiente é seco ou molhado, alcalino ou ácido, se há contato com água ou solvente. Outros fatores que também dever analisados são referentes a faixa de dureza, rotação de trabalho e outros.

Essas características devem ser levadas em consideração no momento de escolher o tipo de borracha ideal, para que o revestimento seja realizado da melhor maneira e alcance a finalidade desejada.

Revestimento em etileno propileno

Altamente versátil, este tipo de borracha é caracterizado pela dureza, que varia entre 30 e 90, e suporta elementos abrasivos sem causar danificação, além de ser resistente ao calor, álcalis, ácidos e solventes polares, garantindo a mesma qualidade.

Revestimento em borracha natural

Esse é um dos tipos mais procurados, por conta da sua resistência à abrasão, além de ser muito elástico. Possui uma alta capacidade de resistir à deformação e suporta temperaturas entre -50ºC e 80ºC.

Revestimento em neoprene

Também muito resistente, é indicado para utilização que exija resistência à abrasão, ácidos diluídos e ruptura. Também suporta variações de temperatura entre -40ºC e 100ºC, petróleo, óleos e água. É indicado para o uso em extrusoras e plastificadoras.

Revestimento em poliuretano

Tipo de borracha indicado para uso em siderurgia, embalagens, descartáveis, movimento e gráfico, por ser muito resistente a rasgamento, deformação, alongamento e abrasão. Sua faixa de dureza vai de 30 a 100 e suporta temperaturas de -30ºC a 70ºC.

Revestimento em borracha nitrílica

Essa borracha também é bastante resistente, suportando temperaturas que variam entre -50ºC e 90ºC e abrasão. É recomendada para máquinas têxteis, esteiras, máquinas de rolos gráficos e outras que possuem contato direto com alimentos.

Revestimento em estireno butadieno (SBR)

Muito resistente a danificações, rasgamentos, elementos abrasivos e alongamentos, esse tipo de borracha possui uma taxa de dureza que varia entre 20 e 90 shore, e suporta temperaturas entre -50ºC e 80ºC.

Revestimento em silicone

Também resistente a altas temperaturas sem risco de deformações, esse tipo de borracha é recomendado para revestimento em máquinas hot stamping, de camisas para tratamento corona e em seladoras.

É possível perceber que aspectos como impacto, abrasão, corrosão, ruídos exagerados e proteção de equipamentos não são mais problemas com a variedade de tipos de revestimentos de borracha.

Garantia de qualidade

Na Lbor, os tipos de borracha passam por processos que garantem a qualidade e atendem a todas as necessidades, como vulcanização com vapor livre, que pode ser realizada tanto na fábrica como no local onde se encontra o equipamento, e auto vulcanização, realizada de acordo com a temperatura ambiente, desde que não seja inferior a 20ºC.

Acesse nosso site e conheça todos os nossos produtos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *